ESTRAGO DA NAÇÃO

9/02/2004

Farpas Verdes CXX

O Governo acaba de prolongar o prazo de elaboração dos planos de ordenamento de algumas áreas protegidas que estavam em risco de serem desclassificadas. Este é um «dejá vu», uma vez que em 2002 também o então Governo de Durão Barroso prorrogou o prazo em dois anos. Esses dois anos, portanto, já passaram e aquilo que temos é menos uma centena de milhares de hectares de zonas (pseudo)protegidas que arderam este e no ano passado.

Sei que planos não fazem, em si mesmo, políticas. Mas são o primeiro e fundamental sinal que gizam as orientações políticas. Ora, sem sequer conseguir concluir um plano, o Governo (este e os anteriores) mostram o sentido da política de conservação da natureza: está parado!

0 Comentários:

Enviar um comentário

Subscrever Enviar comentários [Atom]

Hiperligações para esta mensagem:

Criar uma hiperligação

<< Página inicial