ESTRAGO DA NAÇÃO

12/24/2004

Farpas Verdes CXXIX

Custa-me dizer isto, sobretudo porque tenho especial consideração por algumas das pessoas que integram esse partido - em especial por Ribeiro Teles, seu presidente -, mas não posso deixar de manifestar o meu choque pelo acordo que o Movimento Partido da Terra (MPT) estabeleceu com o PSD para as próximas eleições. Não participar nas eleições por troca de dois deputados (mesmo que estejam inscritos como independentes) é um preço demasiado elevado, desonroso, para não dizer pior. Acho que ainda é pior do que a postura do Partido Ecologista Os Verdes, depreciativamente conhecidos por «partido melancia» (verdes por fora, vermelhos por dentro).

Talvez a partir de agora o MPT passe a ser conhecido por «partido melão», a cor lembrar-nos-á de fazer um sorriso amarelo. A sede de (um mísero) poder (e sinceramente, não acredito que seja de Ribeiro Teles, muito longe disso...) foi ao ponto de fazer um acordo com o PSD, neste momento e com o candidato a primeiro-ministro em causa. Erraram o alvo, caminham para a merecida e desejável extinção...

P.S. Aproveito para referir que nunca votei no MPT. Mas se tivesse intenções de votar, certo e sabido que não contariam com o meu voto no concubinato que estabeleceram - qualquer que fosse o partido quer da direita quer da esquerda, diga-se.

0 Comentários:

Enviar um comentário

Subscrever Enviar comentários [Atom]

Hiperligações para esta mensagem:

Criar uma hiperligação

<< Página inicial