ESTRAGO DA NAÇÃO

12/01/2005

Farpas Verdes CDXXXIII

Em reportagem, estive em Galafura. É terrinha transmontana famosa, com um miradouro estupendo sobre o vale do Douro, no qual Miguel Torga escreveu que é «uma quilha de barco no meio do vale, com água por todos os lados». Pois bem, avistar água, avista-se, mas somente agora estão em execução as obras de abastecimento público a uma freguesia da Régua, com cerca de mil habitantes. Uma parte das pessoas tem furos; a maior parte vai ao fontanário. Estamos em 2005, recordem-se...

Ah, e já agora, em 23 de Novembro esteve lá uma camioneta da Fundação Portugal Telecom em «peregrinação» para mostrar as novas tecnologias da comunicação. Estranho sinal dos tempos: em Galafura, a Internet chegou antes da água nas torneiras...

0 Comentários:

Enviar um comentário

Subscrever Enviar comentários [Atom]

Hiperligações para esta mensagem:

Criar uma hiperligação

<< Página inicial