ESTRAGO DA NAÇÃO

6/15/2004

Farpas Verdes LXXXIV

Arlindo Cunha entrou, como se esperava, com o pé esquerdo neste Governo de direita que faz tudo torto. Não me surpreende e, cada vez mais, estou com receio do que mais virá daquele ministro dito do Ambiente.

Entretanto, confesso-vos que estou com curiosidade em saber que medida tomará o presidente do Instituto de Conservação da Natureza, Silva Costa, depois de ver o «seu» parecer mandado às urtigas. Numa altura de estagnação total, eis que a única «obra» que se viu naquele instituto nos últimos anos, é ignorada dos pés à cabeça. Ainda por cima, Silva Costa está obrigado, pelo tal despacho, a «dar o dito por não dito». Para mim, Silva Costa só tem uma solução: demitir~se. Se não o fizer agora nem os «abutres» desejarão a carcaça em que o Instituto de Conservação da Natureza se transformará.

P.S. Já agora, o que foi fazer o ministro da Presidência, Morais Sarmento, ao Ministério do Ambiente, quando se sabe que se estava perante a mera divulgação de um parecer do Ministério do Ambiente, um acto tão «banal» como o é o de dezenas de avaliações de impacte ambiental? Teria medo que Arlindo Cunha não aprovasse a barragem do Baixo Sabor?

0 Comentários:

Enviar um comentário

Subscrever Enviar comentários [Atom]

Hiperligações para esta mensagem:

Criar uma hiperligação

<< Página inicial