ESTRAGO DA NAÇÃO

12/11/2006

O triste país das emergências

Aquilo que está acontecer na Costa da Caparica, com o mar a avançar pelas dunas, e sobretudo a intervenção de «emergência» do Instituto da Água (porque se andou a dormir nos últimos anos, não aproveitando estudo da Faculdade de Ciências e Tecnologia), custa-nos agora muito dinheiro e não resolve os problemas. E ainda temos de pagar a deslocação do ministro do Ambiente e sua comitiva à zona, onde, na verdade, não foram lá fazer nada - a menos que tenham levado uns baldes para transportar areia...

1 Comentários:

Blogger Ponto Verde disse...

Tive uma ideia, e que tal uma muralha de dez estádios de futebol junto à orla Costeira ?

1 - Impedia o avanço das ondas.

2 - Com o Pântano que é hoje o futebol criaria naturalmente uma zona estuarina, quiçá, um delta.

3 - depois, como todo os estádios de futebol em Portugal, do lado protegido podiam nascer urbanizações, para rentabilizar o projecto, tal como é normal por cá.

4 - Os dirigentes decretariam inconstitucional o avanço das ondas e a coisa parava por alí!!!

12/12/06, 19:25  

Enviar um comentário

Subscrever Enviar comentários [Atom]

Hiperligações para esta mensagem:

Criar uma hiperligação

<< Página inicial