ESTRAGO DA NAÇÃO

1/15/2009

No país do faz de conta

Na entrevista da semana passada do primeiro-ministro na SIC já a propaganda mentirosa sobre as energias renováveis se espraiava em todo o esplendor. José Sócrates, que pouco mais tem para mostrar, para além do Magalhães, repetia que Portugal produzira em 2008 mais de 40% de electricidade por via renovável. Eu aqui, em Setembro último, já explicava como a marosca era feita, porquanto então as fontes renováveis só estavam a contribuir com cerca de 25% da produção de electricidade. Hoje, a Quercus vem também denunciar isso mesmo e mostrar mais uma vez que os 42% de energia renovável em 2008 é uma miragem, fruto de umas trocas e baldrocas contabilísticas; o valor afinal ficou-se pelos 26%. Ou seja, fazemos de conta que somos todos renováveis, não o sendo.

Etiquetas: ,

0 Comentários:

Enviar um comentário

Subscrever Enviar comentários [Atom]

Hiperligações para esta mensagem:

Criar uma hiperligação

<< Página inicial