ESTRAGO DA NAÇÃO

5/11/2004

Farpas Verdes LXXIII

Merece aplauso a iniciativa da Sociedade Ponto Verde de encetar, a partir de amanhã, uma campanha porta-a-porta de sensibilização dos cidadãos no sentido de separar lixo, atribuindo pequenos "brindes". Penso que campanhas desse género são muito mais eficazes (e não sei se muito mais caras) do que a publicidade televisiva (que, aliás, era muito infeliz com aquela criancinha algo patética a dizer que a mamã andava a salvar o Mundo e a outra, inqualificável, do macaco Gerváisio).

No entanto, a Sociedade Ponto Verde deveria também dirigir uma campanha aos autarcas para não somente limparem com maior assuidade os ecopontos, como também a procederem a uma melhor distribuição. Aliás, acabei agora de fazer, via e-mail, uma sugestão à autarquia para colocarem um ecoponto completo na zona de Santa Catarina (onde moro), uma vez que aquele que fica mais próximo se situa a cerca de meio quilómetro, obrigando-me, por isso, a juntar os resíduos separados e mais tarde levá-los de carro.

0 Comentários:

Enviar um comentário

Subscrever Enviar comentários [Atom]

Hiperligações para esta mensagem:

Criar uma hiperligação

<< Página inicial