ESTRAGO DA NAÇÃO

9/30/2005

Farpas Verdes CDIII

Hoje, no Correio da Manhã, surge a notícia (ver aqui) de um caso paradigmático das negociatas em torno dos planos directores municipais. Alegadamente, antes da aprovação do PDM de Mafra, a autarquia vende uns terrenos não urbanizáveis (portanto, de baixo valor) a umas quantas pessoas, uma deles, «por acaso» pai do presidente da autarquia. O PDM é entretanto aprovado e o dito terreno é considerado urbanizável. Assim, de uma noite para o dia, os ditos empresários enriquecem...

Isto não é uma excepção; foi, infelizmente, a regra neste triste país. Fez-se à descarada!

0 Comentários:

Enviar um comentário

Subscrever Enviar comentários [Atom]

Hiperligações para esta mensagem:

Criar uma hiperligação

<< Página inicial