ESTRAGO DA NAÇÃO

10/31/2005

Farpas Verdes CDXXII

A Resioeste, a empresa multimunicipal de lixos urbanos de um conjunto de autarquias do Oeste, está em riscos de ser multada pela Comissão Europeia por ter excedido as deposições de resíduos no seu aterro no Cadaval. Como não se quer dar ao trabalho de implementar políticas de reciclagem, vai daí e faz um truque: exporta agora os lixos para o aterro da Valorsul, em Vila Franca de Xira. E ainda tem o despudor de criticar uma associação ambientalista local - que se queixou a Bruxelas - de ser a responsável pelo encarecimento das tarifas a pagar por esta transferência.

P.S. Por falar em lixos e neste processo, mais uma achega em relação aos comentários aos meus posts sobre o abandono da separação de resíduos. A reciclagem deve ser vista como uma obrigação das entidades gestora dos sistemas de tratamento dos resíduos e devem ser elas que devem promover, cada vez mais, formas de incentivar e tornar a separação de resíduos atractiva para os consumidores. Se no século XXI não é sensato que alguém se sacrifique para ir buscar água à fonte para a ter em casa, também julgo que o caminho para aumentar as taxas de reciclagem tem de passar por medidas que não tornem a separação dos resíduos numa tarefa que exija sacrifício. Quando a União Europeia começar a apertar mais Portugal para cumprir as metas de reciclagem, acreditem que os municípios, as empresas gestoras de resíduos e a Sociedade Ponto Verde começarão a sacrificar-se para dar condições mínimas aos consumidores para a uma separação selectiva.

P.P.S. Já agora, mais um acrescento: os 400 metros de distância ao ecoponto mais perto da minha casa acaba por ser, na realidade, mais extenso, porque acumulando os resíduos teria de os transportar de carro. Tendo em conta as alterações na circulação das vias em Santa Catarina e na zona do Conde Barão e Avenida D. Carlos (que é, acreditem, desesperante), na verdade por cada deposição teria de fazer mais de dois quilómetros. Acrescido ao facto de raramente encontrar estacionamento a menos de 300 metros de casa, por cada deposição demorava mais de meia hora.

0 Comentários:

Enviar um comentário

Subscrever Enviar comentários [Atom]

Hiperligações para esta mensagem:

Criar uma hiperligação

<< Página inicial