ESTRAGO DA NAÇÃO

10/27/2005

À Margem Ambiental LXXXIV

Eis aqui ao lado o «embrulho», leia-se capa, do meu novo romance histórico que será lançado no próximo dia 3 de Novembro, quinta-feira, pelas 18:30 horas na Mãe d'Água das Amoreiras, em Lisboa (Praça das Amoreiras, 10, junto ao Largo do Rato), cuja apresentação caberá ao Francisco José Viegas.

Fica, desde já, feito o convite para aparecerem e darem a vossa posterior opinião sobre o romance. Em baixo, segue a sinopse, inserida na contra-capa.


Esta é a história do jesuíta Gabriel Malagrida, que viveu como santo iluminado e morreu como herege queimado. Esta é a história do fidalgote Sebastião José, que sobreviveu de cunhas até aos 50 anos e se tornou depois no homem mais poderoso de Portugal. Esta é a história de Mendonça Furtado, irmão do Marquês de Pombal, que foi governador do Maranhão e aí começou a cavar a sepultura da Companhia de Jesus.Esta é a história do Convento do Louriçal e das suas freiras, regada com abundante sangue, prodígios e visitas de Cristo. Esta é a história de uma profecia sobre o terramoto de Lisboa de 1755. Esta é a história da Igreja Católica que acreditava num Deus vingativo, castigador e caprichoso.Esta é a história do Reino de Portugal no século XVIII ainda à espera da Época da Luzes. Enfim, esta é uma verdadeira história dos diabos...

0 Comentários:

Enviar um comentário

Subscrever Enviar comentários [Atom]

Hiperligações para esta mensagem:

Criar uma hiperligação

<< Página inicial