ESTRAGO DA NAÇÃO

1/31/2007

No reino do surrealismo

A tese da Bragaparques, aqui explicada no Público Online, que se defende acusando que o seu administrador não quis corrromper José Sá Fernandes e, ao invés, Ricardo Sá Fernandes é que tentou que a Bragaparques pagasse a campanha do seu irmã, chega a ser cómica e surreal. Mas, acima de tudo, é grave, porque mostra que vale tudo. Claro que, pelo que sei, haverá novo processo: os irmãos Sá Fernandes podem processar a Bragaparques por difamação grave - e a provar-se, os tribunais deverão exigir uma exemplar indemnização, para que outros não tentem a mesma brincadeira, em situações futuras.

0 Comentários:

Enviar um comentário

Subscrever Enviar comentários [Atom]

Hiperligações para esta mensagem:

Criar uma hiperligação

<< Página inicial