ESTRAGO DA NAÇÃO

1/23/2005

Farpas Verdes CXLII

Em Espanha consegue-se acompanhar online, de forma atractiva e simplificada, com um periodicidade semanal (todas as terças-feiras), a situação meteorológica com efeitos na hidrologia, bem como as reservas das barragens e os escoamentos dos principais troços fluviais, bem como a tendência futura.

Portugal continua candidamente a acompanhar a «coisa» em diferido. O confuso e lento site do Instituto da Água tem, neste momento, apenas dados das reservas hídricas do último dia de Dezembro de 2004.

Como escrevi há dias caminhamos para uma situação de seca grave e não há nada que se possa fazer a não ser rezar ao São Pedro, porque prevenção nunca se faz. Espanha tem, em relação ao mesmo período do ano passado, menos cerca de 4.100 hm3 de água armazenada, ou seja, quase um Alqueva cheio. E resta-nos um convénio luso-espanhol que está em vigor quando não é preciso e não está em vigor quando é preciso: nas secas.

0 Comentários:

Enviar um comentário

Subscrever Enviar comentários [Atom]

Hiperligações para esta mensagem:

Criar uma hiperligação

<< Página inicial