ESTRAGO DA NAÇÃO

8/24/2005

Farpas Verdes CCLXXVII

Hoje recebi um postalzinho com um pézinho de criança em que oito entidades tuteladas pelo Ministério do Ambiente apelam para a poupança da água.

No verso do postal - que, avisam eles, é grátis, coleccionável e de venda proibida - dão-se sugestões pra poupar «rios de água», a saber: Demore menos no duche, use a máquina de lavar com a carga máxima, etc., etc., etc..

Acreditem, fiquei estupefacto, porque estava convencido que os conselhos que ali estavam deveriam ser as atitudes que, em qualquer circunstância, se deveria ter para usar um bem racional.

Depois compreendi. Após as sete recomendações básicas, a mensagem que se segue das oito entidades é: «Deixe a sua marca dando asas à sua imaginação». Ou seja, como estas oito entidades não tiveram mais imaginação, decidiram ser básicos...

Já aqui deixei uma sugestão que seria fundamental para diminuir os consumos de água neste período de seca: aumente-se a água. Qualquer coisa como 20% o metro cúbico. Se o preço pesar na carteira (e já aqui mostrei que o aumento absoluto é reduzido), as pessoas saberão o que fazer para pouparem água. Puxam pela imaginação e facilmente começarão a seguir estas sete e outras recomendações.

0 Comentários:

Enviar um comentário

Subscrever Enviar comentários [Atom]

Hiperligações para esta mensagem:

Criar uma hiperligação

<< Página inicial