ESTRAGO DA NAÇÃO

2/18/2009

Quando é que isto acaba?

Humberto Rosa, secretário de Estado do Ambiente, diz que «já convivemos com uma certa normalidade com estas etapas de providências cautelares e outras que vão aparecendo pelo caminho», a pretexto de mais uma suspensão por via judicial da co-incineração em Souselas.

Pessoalmente, esta convivência de avanços e recuos, com as autoridades judiciais a darem uma no cravo e outra na ferradura, pode ser convivial, mas é tudo menos normal. Eu recordo-me que logo no final de 1995, quando então secretário de Estado do Ambiente, José Sócrates, decidiu abandonar a incineração dedicada e optar pela co-incineração pelas cimenteiras, esta solução foi justificada por, em parte, ser um processo que avançaria mais rapidamente. Tem-se visto...

Etiquetas: , ,

1 Comentários:

Blogger Manuel Brás disse...

O nó do problema é ocultado
em prol de princípios de subserviência,
sendo jubilosamente explicitado
com lufa-lufa indolência.

O país é retratado
através deste “socialismo”,
o espírito crítico desencantado
por um devasso maniqueísmo!

Esta política oportunista
tem desprezado o essencial,
a política “socialista”
atrofia o bem-estar social.

O oásis português
idolatrado por estes “socialistas”,
tamanha é a desfaçatez
destes políticos oportunistas!

A máscara de Carnaval,
não é necessária para estes “socialistas”,
pois, descarado tem sido o festival
das suas políticas ficcionistas!

18/02/09, 15:03  

Enviar um comentário

Subscrever Enviar comentários [Atom]

Hiperligações para esta mensagem:

Criar uma hiperligação

<< Página inicial