ESTRAGO DA NAÇÃO

5/13/2007

Não se gosta dela, mas tem de se viver com ela...

Em tom de brincadeira, os jornalistas costumam definir notícia como o espaço que não é ocupado pela publicidade. Ora, o Estrago da Nação e os seus irmãos (Reportagens Ambiente e Ambiente no Mundo) têm vindo, cada vez mais e com um carácter mais intensivo, a aproveitar o espaço que não é ocupado pelos posts para meter umas coisas que aparecem em cima e ao lado. Espero que os mais sensíveis não me critiquem muito. E que os mais solidários sejam também compreensíveis sobre esta matéria.

Se esta experiência começar a ser bem sucedida, muito provavelmente avançarei com um projecto que julgo interessante, que é criar um blog mais desenvolvido (uma espécie de base de dados) onde colocarei quase um milhar de artigos e reportagens de cerca de uma década de trabalho jornalístico (meu, claro...) no Expresso, Grande Reportagem, Forum Ambiente, entre outros. Na verdade, será um modelo mais desenvolvido, que irá substituir o arcaico modelo do Reportagens Ambientais e do Ambiente no Mundo.

Nota: Entretanto, ao lado, um pouco mais abaixo mantém-se a possibilidade, através do FeedBurner, em se subscrever este blog, o que significa ser avisado, apenas uma vez por dia, via e-mail da publicação de um novo post...

0 Comentários:

Enviar um comentário

Subscrever Enviar comentários [Atom]

Hiperligações para esta mensagem:

Criar uma hiperligação

<< Página inicial