ESTRAGO DA NAÇÃO

5/20/2007

Oh, que surpresa!

A manchete de hoje do Diário de Notícias (vd. aqui) diz que os bombeiros arranjam esquemas para cobrar em duplicado verbas de transportes em serviços de emergência médica, aproveitando-se da ineficácia do controlo estatal e de um jogo que todos fazem por fazer de conta que não sabem. E nos incêndios, garanto eu, acontece o mesmo. No meu livro Portugal: O Vermelho e o Negro, nos capítulos dedicados ao registo de incêndios e aos custos do combate, levantei até a ponta do véu...

Etiquetas: ,

1 Comentários:

Anonymous Osvaldo Lucas disse...

E apesar de todos os esquemas não conseguem ter dinheiro!!!
http://estragodanacao.blogspot.com/2007/05/venha-uma-reviso-aos-dicionrios-eu.html

Seria também interessante saber umas estatísticas de
- Quantos utentes vão a CONSULTAS usando os meios dos BV
- Em muitas notícias televisivas, é comum ver-se 10x mais bombeiros dos que, aparentemente, seriam necessários para acudir a uma dada ocorrência; nos rescaldos, o número de bombeiros afecto a estes deve ser da ordem dos que os lá estiveram a combater, e será que haveria necessidade? e quanto tempo lá ficam? Ganham à hora? Os ordenados nos locais de trabalho estão assegurados enquanto durar o "ataque" às chamas?
- Qual a capacidade e/ou nº de veículos disponível por área florestal da responsabilidade de uma dado concelho/associação? Haverá diferenças significativas ao longo do país?

Certamente que estarei errado nesta visão oportunista da sociedade. Somos todos pela optimização de meios e luta contra o desperdício, não é verdade?
PS - Tenho de ler O Vermelho e o Negro...

21/05/07, 15:05  

Enviar um comentário

Subscrever Enviar comentários [Atom]

Hiperligações para esta mensagem:

Criar uma hiperligação

<< Página inicial