ESTRAGO DA NAÇÃO

5/19/2007

Neste, ponho eu as mãos no fogo

Já aqui discordei do modelo seguido pelo Ministério do Ambiente em criar cinco super-departamento para a gestão das áreas protegidas com uma base fundamentalmente regional. Porém, também sou de opinião de que as pessoas fazem os cargos. Por isso, em relação aos recém-nomeados (vd. aqui) fico muito satisfeito, muito mesmo, pela escolha de Armando de Carvalho para o departamento da região Centro e Alto Alentejo. Não apenas por ser um bom amigo pessoal (antigo companheiro de lutas ambientalistas na primeira metade dos anos 90 e «revisor» dos meus romances e ensaios), mas sobretudo pelo seu excelente trabalho no Programa Operacional do Pinhal Interior (que «revolucionou» aquela região) e também pela sua visão e forma pragmática (no bom sentido) com que aborda os problemas. Nele, que até é engenheiro florestal, ponho eu as mãos no fogo. Excelente e ousada escolha!

Quanto aos outros nomeados, tenho uma boa impressão de Henrique Pereira (que era director do Parque Nacional da Peneda-Gerês). Dos outros, são da «casa», o que significa algo, certamente.

Etiquetas: ,

0 Comentários:

Enviar um comentário

Subscrever Enviar comentários [Atom]

Hiperligações para esta mensagem:

Criar uma hiperligação

<< Página inicial