ESTRAGO DA NAÇÃO

5/26/2005

Farpas Verdes CCXXX

Já saudei aqui a iniciativa do Governo em retirar o parecer vinculativo das autarquias à nomeação dos directores das áreas protegidas como paradigma de uma correcção de bom senso a uma anterior má decisão.

Saúdo, por isso, também a intenção do secretário de Estado do Ambiente, Humberto Rosa, em reforçar a participação pública nas avaliações de impacte ambiental (vd. aqui artigo no Jornal de Notícias). Já agora, que tal, repor a realização das audiências públicas que, de repente (e por óbvias motivações políticas) cessaram no início de 2001 por iniciativa do então Minsitério tutelado pelo actual primeiro-ministro José Sócrates? E já agora dar alguma dignidade à sensibilização ambiental por iniciativa do Estado. Se a acção do Instituto de Promoção Ambiental já era, há uns anos, fraquíssima, então desde que foi fundido no Instituto do Ambiente simplesmente eclispou-se. .

0 Comentários:

Enviar um comentário

Subscrever Enviar comentários [Atom]

Hiperligações para esta mensagem:

Criar uma hiperligação

<< Página inicial