ESTRAGO DA NAÇÃO

3/06/2004

À Margem Ambiental XXXIII

José António Cerejo, jornalista do Público, que considero ser um dos melhores - senão mesmo o melhor - dos investigadores da imprensa nacional, publicou hoje um conjunto de artigos que mostra como se consegue, com paciência, perseverança e irresponabilidade política, enriquecer na construção cívil. É uma vergonha que num Estado dito de Direito tais coisas possam acontecer. Mesmo conhecendo muita trafulhice, esta é demais. Toda a história surge hoje no Público num conjunto de cinco artigos.

Como o jornal Público deixa de ter os artigos on-line após uma semana, dedici colocar os textos do José António Cerejo (de certeza que não se importará) em arquivo, pelo que podem consultar (e descarregar) os cinco textos, aqui, aqui, aqui, aqui e mais aqui.

0 Comentários:

Enviar um comentário

Subscrever Enviar comentários [Atom]

Hiperligações para esta mensagem:

Criar uma hiperligação

<< Página inicial